Como vender e-books online (2023) (Criação & Venda)

Por Aleksey Haritonenko ler
27 nov, 2023
Como vender e-books online (2023) (Criação & Venda)

Você sabia que autores autopublicados como Amanda Hocking já faturaram milhões vendendo e-books? Se você já se perguntou como vender e-books pode ajudar você a ganhar dinheiro, aí está a resposta! A maioria dos influencers, criadores de conteúdo e empreendedores ao redor do mundo já vendeu pelo menos um e-book como parte de sua marca.

Aliás, a publicação digital se tornou tão popular que, segundo a Statista, sua taxa de penetração entre usuários deve chegar a 15,9% até 2024. Ou seja, o momento para embarcar nesta tendência e começar a ganhar dinheiro é agora! Além de estarem em alta demanda, os e-books são um dos tipos de produto mais fáceis de criar.

E você nem precisa ser um especialista em tecnologia para criar o seu próprio e-book. Um computador, um bom tema e as ferramentas certas são só o que precisa. Neste artigo, vamos guiar você ao longo do processo de criação e venda do seu próprio e-book em apenas cinco passos simples. Fique ligado!

Quanto custa a criação de um e-book?

A resposta simples é que tudo só depende de você. Muitas vezes, é possível criar um e-book sem gastar um único centavo. Você só precisa criar um documento usando uma ferramenta gratuita, como o Google Docs ou a Apple Pages, e depois converter o arquivo para PDF.

efikzara pdfs
Exemplo de nicho para e-books: A EfikZara é uma loja Sellfy que vende e-books sobre cuidados para cabelos.

Maiores despesas vão surgir se você quiser editar o seu e-book profissionalmente ou contratar um designer para criar uma capa e outros recursos visuais. O custo de contratar um editor profissional para editar um manuscrito de 10.000 palavras, por exemplo, pode variar entre U$300 e U$600.

Para criação de designs, por outro lado, a taxa horária cobrada por designers gráficos freelancers fica entre U$15 e U$35 por hora, de acordo com estatísticas disponibilizadas pelo Upwork. No entanto, é importante lembrar que o design profissional de um e-book geralmente leva um mínimo de cinco horas.

Fica um pouco caro, não é mesmo? 

Mas não se preocupe! Você não vai precisar de um grande investimento se tiver acesso às ferramentas certas. 

É por isso que criamos esta lista!

1. Preparando o seu e-book para venda

Mas como desenvolver um e-book e vendê-lo online? O primeiro passo é escolher um assunto. O ideal é que você escolha um tema sobre o qual você tem bastante conhecimento ou interesse, para aumentar as suas chances de se estabelecer como uma autoridade neste nicho de mercado. Por exemplo, você pode escrever tutoriais passo a passo sobre design gráfico ou um guia para nômades digitais. Independentemente do assunto selecionado, certifique-se de que existe demanda no mercado para ele.

Escreva o seu próprio e-book e revise o conteúdo

sellfy store efikzara
Exemplo de nicho para e-books: A EfikZara é uma loja Sellfy que vende e-books sobre cuidados para cabelos.

Para você começar a ter ideias, aqui está uma lista dos nichos de e-books mais populares:

  • Namoro e relacionamentos
  • Pets e cuidados com animais
  • Autoajuda e autoaperfeiçoamento
  • Construção de riquezas e finanças
  • Moda e beleza
  • Paternidade e família
  • Crenças e espiritualidade
  • Arte e design
sellfy store excel dictionary
Exemplo de nicho para e-books: A Excel Dictionary é uma loja Sellfy que vende guias de Excel.

Além desses nichos, você também pode optar pela ficção, se a imaginação é o seu forte. Mas qual é o melhor gênero para começar? 

Aqui estão os gêneros ficcionais mais populares para e-books:

  • Romance contemporâneo
  • Jovens adultos e faculdade
  • Amadurecimento
  • Mistério, thriller e suspense
  • Paranormal e urbano
  • Fantasia épica
  • Ficção científica
  • Ação e aventura
sellfy store chaos studio 7
Exemplo de nicho para e-books: A Chaos Studio 7 é uma loja Sellfy que vende histórias de ficção científica.

Para ter uma ideia mais específica sobre o que as pessoas procuram, busque o nome do nicho escolhido no Google e fique atento às palavras-chave long tail sugeridas pelo mecanismo de busca.

Depois de escolher um tópico, é hora de começar a escrever o seu e-book com a ajuda de um software de processamento de texto, como o Microsoft Word (pago) ou o LibreOffice Writer (gratuito). Você também pode usar o Google Docs se possuir uma conta Gmail. O Google Docs também permite o download de documentos em PDF e EPUB. Outra vantagem do Microsoft Word e do Google Docs é que ambos possuem corretores ortográficos integrados.

Mas antes de começar a escrever, é importante que você defina uma estrutura clara para o seu e-book. A maioria das plataformas que vendem este tipo de produto permite que os clientes visualizem as primeiras páginas como prévia, por isso, é importante que você maximize o seu conteúdo de acordo.

google search ebook
Neste exemplo, as sugestões do Google revelam que as pessoas procuram por e-books sobre fotografia.

Aqui estão algumas formas de maximizar o seu conteúdo para leitores em potencial:

  • Crie sumário curto
  • Escreva uma introdução atraente
  • Encerre as primeiras páginas com um cliffhanger

Para mais dicas sobre como encorajar as pessoas a baixar o seu e-book, recomendamos estas 7 maneiras menos conhecidas de gerar leads usando conteúdo.

E finalmente, é importante que você revise o conteúdo antes de formatá-lo e publicá-lo. Para garantir que o seu texto esteja correto, baixe e instale a extensão LanguageTool (um assistente gratuito) no seu navegador.

Fique atento às citações! Se você precisar de ajuda, geradores de referências, como o BibGuru, são uma ótima solução.

Outras ferramentas de revisão úteis (pagas e gratuitas):

Serviços de revisão profissional (do mais barato ao mais caro):

languagetool website

Você também pode buscar pelos melhores revisores freelancers no Upwork ou encontrar especialistas em edição no Fiverr.

Crie um design matador para a capa do seu e-book

Para garantir que o seu e-book venda bem, é importante que você crie uma boa capa com imagens e/ou ilustrações. Afinal, além de histórias envolventes, as pessoas também adoram bom conteúdo visual.

Lista dos principais sites de imagens e recursos gráficos gratuitos:

pixabay stock images

Uma ótima seleção de fotos e imagens disponível no Pixabay.

Embora a capa seja um elemento bem importante, o design do e-book como um todo também deve ser levado em consideração. A redação de um e-book pode ser desafiadora, mas o design não precisa ser. 

Aqui está como:

Você pode baixar modelos prontos. Existem centenas, senão milhares de templates de e-book pagos e gratuitos disponíveis para download na internet.

Lista de plataformas e marketplaces que disponibilizam templates de e-book: 

ebook templates on Creative Market

Uma ótima seleção de templates de e-book disponível no Creative Market.

Sellfy Tip
Você vai precisar de conta gratuita no Canva ou da versão de teste do Adobe InDesign se optar por comprar um template em um marketplace. Fique atento à descrição do produto, já que a maioria deles é desenvolvida para Canva ou InDesign. Arquivos InDesign utilizam o formato INDD, por exemplo.

Formate o seu e-book para publicação

Com o texto e design do seu e-book prontos, você vai precisar converter o documento para PDF ou outro formato de e-book.

Para fazer isso você pode usar o Google Docs, um software de processamento de texto (Microsoft Word, LibreOffice), um software de design (Adobe InDesign), ou uma ferramenta gratuita, como o SmallPDF. Esta última opção é bem segura, já que utiliza criptografia SSL para que você não precise se preocupar com a possibilidade do seu trabalho ser roubado.

Quando o assunto é formatação, a legibilidade é essencial. A cor do texto e o esquema de cores dos elementos gráficos devem ser agradáveis aos olhos. Não use mais de três headings (H1, H2, H3) e organize o texto em parágrafos curtos.

trending Google Fonts
Utilize o Google Fonts para baixar as fontes mais populares.

Outro fator que influencia a legibilidade do texto é a fonte utilizada. A maioria dos redatores geralmente opta por Verdana ou Arial no tamanho 11 ou 12. Mas, se você preferir algo com mais personalidade, experimente fontes como Caslon, Garamond, Georgia, Helvetica, Baskerville ou Palatino. Estas são algumas das melhores fontes para leitura, o que fica evidente com a frequência com que elas são utilizadas na publicação de conteúdos online.

Para mais dicas sobre formatação, confira estes 7 erros de formatação que você deve evitar.

2. Comece a vender o seu e-book

Agora você deve estar se perguntando:

Mas onde e como vender e-books online?

Basicamente, existem várias de formas de vender e-books:

  • Em lojas online
  • Em um website próprio
  • Em marketplaces

Vamos analisar cada uma delas detalhadamente.

Construindo uma loja online

Sem dúvida, criar uma loja online é a escolha mais óbvia para quem prefere trabalhar de forma independente e ter controle sobre fatores como preços, formas de entrega e até mesmo personalização.

Plataformas de eCommerce como o Sellfy são uma ótima opção para quem quer ter mais controle sobre o processo de vendas sem se preocupar com as taxas e regras inesperadas.

Sellfy dashboard
No Sellfy, seus arquivos de e-book podem ter até 10 GB!

O Sellfy tem tudo o que você precisa para criar uma loja online para vender os seus e-books:

  • Uma integração com o PayPal que ajuda você a vender produtos online 
  • PDF stamping e segurança de arquivos
  • Armazenamento e largura de banda ilimitados 
  • Lojas 100% customizáveis
  • Processo de checkout simples
  • Ferramentas de marketing integradas

Legal, não é mesmo? Aqui está como você pode vender e-books com ajuda do Sellfy:

  1. Inicie uma avaliação gratuita de 14 dias antes de escolher um plano de assinatura (Starter, Business ou Premium). Você só vai precisar de um endereço de e-mail válido.
  2. Personalize o visual da sua loja escolhendo um dos temas prontos do Sellfy, ou criando um design único do zero com o Store Customizer
  3. Faça o upload do seu e-book, defina um preço, clique em “Save product”, e pronto! Seu e-book será disponibilizado para venda na sua loja Sellfy.
sellfy-creator-Ashley-Renee-2048x1235
Exemplo de loja Sellfy com foco em e-books: A Ashley Renee vende livros de receitas cetogênicas.

Vendendo no seu próprio website

Você já possui um site ou um blog próprio (ex.: WordPress)? 

Ótimo! 

Você pode começar a vender e-books a partir do seu próprio website com a ajuda dos recursos incorporados do Sellfy!

Aqui estão alguns dos recursos incorporados do Sellfy:

  1. Buy now (Comprar agora) — para adicionar um botão simples que você pode personalizar de acordo com os elementos de design do de seu site (cores, imagens e descrições).
  2. Single product (Produto único) — para exibir o produto no seu website, incluindo descrição, botão de compra e imagens atualizadas.
  3. All products (Todos os produtos) — para incorporar toda a sua loja Sellfy ao seu website, caso você queira vender mais de um e-book.

Sellfy embed

Venda e-books no seu próprio website com a ajuda dos recursos incorporados do Sellfy.

O melhor de tudo é que com os recursos incorporados do Sellfy seus clientes não serão redirecionados para outro website. Todo o processo de checkout pode ser concluindo em uma janela pop-up que será exibida quando o cliente clicar no botão de compra.

Para mais informações sobre como isso funciona, confira este guia detalhado.

Anunciando seus e-books em marketplaces

Além de vender o seu e-book em uma loja própria, você também pode anunciá-los em um marketplace digital, como a Amazon, Mercado Livre, etc.

A maior vantagem aqui é que estes sites têm um alto volume de tráfego, o que significa que mais pessoas podem ver e comprar o seu e-book.

Por outro lado, a concorrência é enorme. Ou seja, o seu e-book pode se perder entre centenas de outros produtos parecidos. 

Outro problema é que se você quiser vender o seu e-book em um marketplace, o conteúdo deverá ser extremamente único e original. Isso por que estas plataformas costumam fazer verificações minuciosas para detectar plágio e conteúdo duplicado.

amazon kindle ebooks
Você pode vender os seus e-books em um marketplace, como a Amazon.

3. Monetize o seu e-book com o preço certo

Quanto dinheiro você pode faturar vendendo e-books? Vai depender de duas coisas: da sua estratégia de marketing e do preço do produto.

A criação de um e-book pode envolver despesas adicionais, como serviços de design e revisão, por exemplo. Ou seja, se o preço definido for muito baixo, os lucros podem não ser suficientes. Por outro lado, produtos com um preços muito altos podem desencorajar possíveis compradores.

Então como definir um preço razoável? Vamos discutir algumas estratégias.

Uma das estratégias mais comuns é seguir o preço médio do mercado. Isso colocará o seu produto na mesma categoria que a concorrência. Ele não será mais caro nem mais barato do que o preço médio de um e-book. É uma escolha segura para alcançar o grande público que compra produtos pelo valor médio de mercado. No entanto, a concorrência se torna mais acirrada.

eBook price range

Em nossa opinião, esta não é uma estratégia recomendável para iniciantes.

Aqui está o porquê:

Quando o seu produto e o da concorrência tem o mesmo preço, as pessoas acabam determinando o seu valor com base em qualidade e popularidade — elas fazem comparações e escolhem a opção mais atraente. Isso faz com que seja bem mais difícil superar a concorrência, especialmente quando os seus concorrentes já possuem popularidade e uma reputação sólida.

Uma estratégia bem mais eficaz é definir um preço maior ou menor do que a média de mercado:

  • Aumente o valor do seu produto, mas mantenha o preço acima da média do mercado. Ofereça algum tipo de bônus ou brinde “gratuito”. Isso vai tornar o seu produto mais atraente.
  • Diminua o preço do produto, mas mantenha a sua qualidade para se manter abaixo do preço médio do mercado. Por exemplo, digamos que o preço médio de um e-book seja $10. Você pode diminuir o preço do seu produto para $8 ou $9 para ganhar mais clientes. Vale lembrar que esta estratégia provavelmente não será muito lucrativa a longo prazo. Nosso artigo sobre estratégias de preço explica por quê.

Outra estratégia interessante é o preço com desconto.

Sellfy Tip
Para avaliar melhor qual estratégia adotar, recomendamos que você faça uma pesquisa de mercado. Busque por concorrentes no Google, confira as suas redes sociais e avalie suas estratégias para definir o preço mais adequado para o seu e-book.

Os “preços com desconto” permitem que você defina um preço mais alto para o seu e-book em relação à média de mercado e faça promoções e ofertas ocasionais. Você pode usar esse método durante as festas de fim de ano, por exemplo, quando as pessoas estão mais propensas a fazer compras online.

4. Aumente as suas vendas com as ferramentas de marketing do Sellfy

Sellfy dashboard — Marketing features

Uma visão geral das ferramentas de marketing disponíveis no Sellfy.

E finalmente, mas não menos importante, você precisa promover o seu produto!

Você está com sorte se já possui uma conta Sellfy, pois oferecemos um dos melhores stacks de ferramentas de marketing do mercado. Com a ajuda destes recursos integrados você será capaz de construir um ótimo plano de marketing.

Mas antes de mais nada, vamos falar sobre as duas melhores plataformas de mídia social para o impulsionamento de vendas:

  • Instagram — Segundo a Statista, mais de 200 milhões de usuários do Instagram visitam perfis comerciais diariamente. 60% dessas pessoas fazem isso para descobrir novos produtos e 90% das contas no Instagram seguem perfis comerciais. O Instagram é ótimo para promover conteúdo visual. Você pode usar o Insta para postar fotos, reels e vídeos de qualidade sobre o seu e-book, ou promovê-lo por meio de anúncios pagos. Confira o nosso guia sobre como vender no Instagram para saber mais.
  • Facebook — Apesar de não ser tão visual quanto o Instagram, o Facebook é tão popular quanto. Você pode usar a plataforma para promover os seus e-books com anúncios direcionados e campanhas de marketing. Muitos empreendedores criam páginas ou grupos no Facebook para seus seguidores, por exemplo. Use isso a seu favor para que a sua marca aparece nos resultados de busca no Google. E se você tem uma conta Sellfy, experimente a nossa integração para Facebook.

Agora, vamos falar sobre como os recursos integrados do Sellfy podem ajudar você a vender mais e-books.

E-mail marketing

send emails with Sellfy

Você pode enviar e-mails para fãs utilizando a ferramenta de e-mail marketing do Sellfy!!

Esta é uma poderosa ferramenta para alcançar públicos específicos. Você pode escolher entre quatro templates de campanha customizáveis: product launch, product discount, product update e custom message. Utilize estes templates para informar seus seguidores sobre lançamentos de produtos, descontos, atualizações e enviar mensagens customizadas, respectivamente.

Ao acessar a seção de E-mail Marketing, você vai encontrar estatísticas sobre cada uma das campanhas enviadas, incluindo taxas de abertura, cliques e muito mais. Também é possível configurar uma integração com outros serviços de e-mail marketing, como Mailchimp, ActiveCampaign, etc.

Aqui estão algumas estratégias de e-mail marketing que podem ajudar as suas vendas:

  • Ofertas relâmpago para chamar a atenção dos consumidores no momento certo. Não esqueça de enfatizar o prazo da promoção para que ela não seja perdida!
  • Conteúdo premium para aumentar o engajamento. Crie conteúdos informativos (prévias, artigos de blog), interativos (quizes, jogos, apps) ou visuais (infográficos, vídeos e live streams).
  • E-mails do tipo “em breve” para deixar o público empolgado com futuros lançamentos. Este tipo de anúncio também pode ser feito nas redes sociais (Instagram, YouTube, Facebook, Twitter, etc.) para maximizar o engajamento. 
  • Promoções e sorteios nas redes sociais para criar hype em torno do seu e-book. 

Precisa de mais ideias sobre como lançar o seu produto e manter seus seguidores informados?

Analytics, descontos e “pague quanto quiser”

Sellfy coupons and discounts tool
Crie ofertas com a ferramente de cupons e descontos do Sellfy.

Recomendamos que você utilize a nossa ferramenta de Analytics para analisar o desempenho do seu negócio e descobrir o que realmente impulsiona as suas vendas.

Para visualizar estatísticas, faça o login na sua conta e navegue até Overview > Analytics. Você poderá visualizar os dados referentes aos últimos 30 dias (visitas, compra, conversões e receita geral) e acompanhar vendas, produtos mais vendidos e muito mais.

Outras estratégias de marketing que você pode adicionar ao seu repertório:

  • Ofertas e descontos para produtos ou serviços específicos
  • Anúncios no Facebook ou uma campanha de e-mail marketing
  • Compartilhamento da sua loja ou páginas de produtos nas redes sociais
  • Mudança ou atualização de descrições de produtos
  • Lançamento de novos produtos ou serviços

Além do Analytics, também oferecemos uma ferramenta de gestão de descontos para usuários interessados em criar campanhas promocionais, ofertas e códigos de cupom.

Como um criador de conteúdo no Sellfy, você também terá acesso aos seguintes recursos:

  • Facebook Live Chat para que os clientes possam falar diretamente com você.
  • Zapier para se conectar com mais de 1.000 aplicativos e simplificar o seu processo de vendas, marketing e gerenciamento de clientes.
  • Prévias interativas (YouTube, Vimeo, SoundCloud), etc. 

Outra opção é utilizar uma estratégia de preço “pague quanto quiser”. Estudos apontam que este tipo de estratégia é bastante eficaz para ofertas relâmpago. Por que não experimentar? Com o recurso “pague quanto quiser” do Sellfy você pode definir um limite de preço mínimo e dar aos seus clientes liberdade para decidir quanto pagar.

Cross-selling e upselling

sellfy upselling tool
Utilize a ferramenta de upselling do Sellfy para aumentar o valor dos pedidos.

O upselling é uma estratégia que dá aos seus clientes a chance de comprar produtos de categoria superior ao escolhido. Já o cross-selling, permite a venda cruzada de produtos complementares. Estudos apontam que o upselling funciona em cerca de 60% e 70% dos casos. A ferramenta de upselling do Sellfy funciona tanto na página principal da sua loja quando em páginas de produtos individuais.

Com o recurso upselling do Sellfy você pode:

  • Alavancar a receita da sua loja e otimizar a experiência do cliente.
  • Oferecer ofertas exclusivas e produtos relacionados.

Para ativar este recurso na sua loja, faça o login na sua conta e navegue até Marketing > Upselling. Depois disso, clique em “Add new upsell”. Você também pode utilizar pixels para monitorar o desempenho de anúncios de venda no Twitter e Facebook.

Funciona assim:

Quando um cliente compra um produto vinculado ao recurso de upselling, uma janela pop-up será exibida com outra oferta de produto exclusiva. O cliente então terá a opção de ignorar ou aceitar a oferta. 

Utilize esta estratégia de marketing para promover pacotes de e-books. Além disso, você pode adicionar uma mensagem opcional a janela pop-up, como, por exemplo, “oferta de e-book especial só para você! – 50% off!”.

Pronto para se tornar a próxima Amanda Hocking?

Dê uma olhada neste guia passo a passo sempre que tiver dúvidas sobre como vender e-books online. Com o tempo, você com certeza vai descobrir quais estratégias funcionam melhor para o seu negócio. Com estas dicas e com a ajuda das ferramentas de marketing integradas do Sellfy, acreditamos que você pode fazer tudo acontecer. Conte-nos como você está se saindo nos comentários abaixo. Adoraríamos ouvir a sua história!

Related topics

Produtos digitais
Aleksey é especialista em marketing de conteúdo na Sellfy. Ele adora usar a linguagem e o poder das palavras para tornar fascinantes até os tópicos mais áridos do comércio eletrônico. Usando sua formação em estudos literários e paixão pelas últimas tendências, ele cria conteúdo bem pesquisado e estruturado para inspirar outras pessoas e ajudá-las a expandir seus negócios de comércio eletrônico.