Como vender produtos online (2024) (+Dicas de marketing)

Por Aleksey Haritonenko ler
05 abr, 2024
Como vender produtos online (2024) (+Dicas de marketing)

Vender online dá dinheiro?

A resposta curta e simples é SIM! Vender produtos online é provavelmente uma das formas mais lucrativas de ganhar dinheiro atualmente. Isso é evidenciado pelo fato de que a acensão das compras online causou uma leve queda nas compras em lojas físicas.

online vs in-store purchasing statistics (1)

No entanto, a resposta loga é que tudo depende de vários fatores, como o tipo de produto e o tipo de plataforma de vendas online que você escolher.

Mas você deve estar se perguntando:

Como começar a vender na internet? Quais são os produtos mais lucrativos? Qual o melhor site para vender online?

Você provavelmente já pesquisou blogs diferentes ou assistiu vários vídeos e podcasts que falam sobre a venda de produtos online como se isso fosse moleza.

E às vezes pode ser.

Mas a verdade é que, geralmente, empreendedores iniciantes acabam tendo dificuldades para aprender como vender online. O problema mais comum é não saber por onde começar.

Pessoalmente, eu acredito que tudo se resume a um excesso de informações. Entre tantas opções e opiniões diferentes, não surpreende que iniciantes se sintam sobrecarregados com informações demais. Não é fácil.

É por isso que decidi ajudar você a descobrir a melhor maneira de começar.

Então, continue lendo para descobrir como vender produtos online para todo o mundo e realmente ganhar dinheiro com isso.

Vamos cobrir os seguintes tópicos-chave em nosso guia prático abaixo:

  • Pesquisa de mercado e concorrência
  • Configurando uma loja online
  • Promovendo o seu negócio online
  • Otimizando as suas vendas

Passo 1: Faça uma pesquisa de mercado e concorrência

Existem vários passo envolvidos na construção de um negócio online. Se você está começando, o primeiro deles é realizar uma pesquisa de mercado e uma análise da concorrência.

Sabe por quê?

Ter um entendimento claro do que você vai precisar enfrentar e o que pode funcionar ao seu favor vai ajudar você a refinar o seu foco e a reduzir riscos em potencial.

Mas para fazer isso, primeiro você vai precisar escolher que tipo de produto vender.

Defina o seu público-alvo

Depois de definir o produto que você deseja vender internacionalmente, é hora de escolher um nicho de mercado para filtrar a concorrência. Aliás, encontrar um nicho único com uma audiência engajada é a chave para o sucesso.

Por exemplo, se você decidir vender arte digital, como elementos gráficos, as capas customizadas para a seção de destaques no Instagram são uma ótima opção de produto. Esta é uma das opções de produto mais fáceis de vender se você não tem muito tempo para produzir designs mais complexos. 

Aliás, você não precisa de qualquer habilidade de design para começar a criar capas para destaques no Instagram. Uma simples pesquisa no Google pode revelar centenas de tutorias sobre como criar este tipo de produto.

YouTube market research

Outra vantagem de escolher um nicho específico e vender para uma audiência segmentada é a probabilidade de uma maior margem de lucro. Os consumidores tendem a se preocupar menos com preço quando sabem que o produto é único. É sempre importante lembrar, para fazer sucesso você precisa se destacar ao invés de simplesmente se misturar a concorrência.

Fazer isso pode ser complicado. Mas uma forma certeira de fazer sucesso no mundo do e-commerce é vender um produto popular (como roupas e acessórios) com o seu próprio toque pessoal.

Então, se você tem um hobby ou um interesse pelo qual você é apaixonado, que tal se inspirar nele ou transformá-lo em um nicho de mercado lucrativo. 

Você também pode descobrir o que o mundo está procurando com a ajuda de ferramentas gratuitas, como Google Trends ou Ubersuggest

Anime poster Google trends

Ao focar numa fração do mercado, você também vai ter mais visibilidade nos mecanismos de busca, mais clientes apaixonados e, provavelmente, menos despesas com anúncios.

Analise a concorrência

Antes de começar a vender produtos online, também vale pena analisar concorrência para identificar possíveis aberturas no mercado.

Você pode descobrir, por exemplo, que um concorrente vende o mesmo produto que você, mas que seus preços são ridiculamente mais altos. Ou, por outro lado, encontrar vendedores do mesmo nicho que oferecem produtos com qualidade inferior.

Ao identificar estas aberturas, você vai conseguir ajustar os objetivos do seu negócio adequadamente. Tente se colocar no lugar da sua audiência e considere questões como:

O que eu posso fazer melhor do que a concorrência? O que é único sobre o meu produto? Posso oferecer estilos diferentes, mais cores, ou melhor qualidade?

ebook niche

Bote suas ideias na ponta do lápis e defina uma estratégia de negócios clara. Você pode ir ainda mais além fazendo uma pesquisa/enquete nas redes sociais. Peça que seus amigos, familiares, colegas de trabalho e qualquer pessoa interessada em participar compartilhem suas opiniões sobre o nicho ou produto que você escolheu.

Para entender melhor o que as pessoas estão procurando, digite o nome do seu produto no Google e fique atento as sugestões de palavras-chave long-tail.

Resumindo:

Não tente vender aquilo que você acha que os consumidores querem. Venda o que eles pedem e procuram.

Se tiver isso em mente, você já estará um passo a frente da concorrência.

Dica: Assista vídeos no YouTube onde pessoas normais avaliam os produtos dos seus concorrentes (evite reviews patrocinadas) para descobrir oportunidades!

Passo 2: Escolha o melhor produto para vender online

O que faz um produto ser bom para a venda online? Lucratividade e carência. Então, sem mais delongas, vamos conhecer os melhores produtos para vender online em 2023.

Produtos físicos

Em um de nossos artigos, falamos sobre por que vender produtos físicos pode ser uma boa ideia. Para mais inspiração sobre produtos para vender online, você também pode conferir a nossa lista de 15 produtos físicos incríveis para vender na internet.

Vale lembrar que, de acordo com o Statista, a categoria mais popular de compras online é a de roupas e acessórios. Embora existam várias opções de produto entre as quais escolher, os itens de vestimenta são de longe o melhor produto para vender online e ganhar muito dinheiro.

E a razão para isso é simples:

Roupas e itens de moda nunca perdem demanda.

E você nem precisa perder tempo procurando por fornecedores ou vendedores em atacado hoje em dia. Graças a modelos de negócio de baixo risco como o dropshipping, você pode vender seu próprio merchandising com facilidade e sem precisar levantar um único dedo.

cramshop printed posters

Outra vantagem do dropshipping é não ter que se preocupar com a administração de produtos em estoque. Em outras palavras, você não precisa lidar com armazenamento e inventário 

Com um negócio de impressão sob demanda, por exemplo, você só precisa escolher um produto, fazer o upload dos seus designs (ou usar modelos prontos) e depois imprimir e enviar o produto para o cliente.

Outra opção é o dropshipping da AliExpress. Ele é uma ótima forma de obter uma renda passiva quando você não tem muito tempo a perder.

E, novamente, você não vai ter que se preocupar com estoque e envio:

Simplesmente comece a adicionar produtos a sua loja no AliExpress. Quando alguém faz um pedido, você paga o custo de atacado do produto e a plataforma o envia para o consumidor. 

A maior vantagem do dropshipping? É super conveniente. Você não precisa pedir amostras de estoque a não ser que realmente queira fazer isso.

Exemplos de produtos físicos populares:

  • Roupas (camisetas, moletons, bonés, casacos, leggings)
  • Acessórios e DYI (sacolas, adesivos, capas de celular, cadarços, joias)
  • Produtos de beleza (maquiagem orgânica)
  • Itens para casa e decoração (quadros, canecas)
  • Caixas por assinatura

sellfy print on demand range-2

Produtos digitais

Produtos digitais são bens eletrônicos, conteúdo ou peças de mídia que pode ser facilmente armazenados em um arquivo, ou vendidos e compartilhados online. E-books, arquivos de áudio, templates, PDFs, entre outros, são exemplos de produtos digitais.

Mas por que vender produtos digitais online?

Vender produtos digitais é uma das fomas mais fáceis de obter uma renda passiva. Você pode literalmente ganhar dinheiro em quanto dorme! Além disso, você nuca estará limitado a um número de produtos disponíveis em estoque.

pixelsao

Aqui estão algumas das maiores vantagens de vender produtos digitais online:

  • Custo-benefício: Você não precisa investir em estoque ou produção.
  • Facilidade na entrega: Você não vai perder tempo lidando com o inventário, embalagem e envio de produtos. 
  • Possibilidades infinitas: Você pode criar novos produtos digitais para qualquer nicho de mercado e audiência.

Exemplos de produtos digitais populares:

  • LUTs e presets
  • Elementos gráficos e ilustrações
  • Fontes e famílias tipográficas
  • Temas e templates para Web
  • Fotografias

messy eats

Passo 3: Configure a sua loja online

Agora que você já tem alguma noção sobre quais produtos vender e qual nicho de mercado escolher, é hora de encontrar compradores em potencial.

Mas antes disso, ainda temos algo muito importante a fazer: 

Escolher uma plataforma de vendas online.

Esta é outra etapa importante do processo onde iniciantes ficam travados.

O problema, novamente, é o excesso de informações. Simplesmente existem opções demais entre as quais escolher. E avaliar todos as maiores plataformas e marketplaces é basicamente impossível.

Então, para facilitar as coisas, vamos detalhar as melhores opções disponíveis no mercado.

Escolha a plataforma de e-commerce certa

Você provavelmente já ouviu falar sobre as diferentes formas de vender online, das plataformas de e-commerce até os marketplaces. Ou, pelo menos, você já deve conhecer alguns dos maiores players da área do e-commerce, como Amazon, eBay, Shopify, etc. 

etsy oversaturated marketplace

No entanto, ser um grande player não é garantia de qualidade.

Vou explicar:

Grandes empresas como a Amazon são famosas por vender de tudo para todo mundo. No entanto, isso provavelmente não vai funcionar para o seu modelo de negócios. Isso por que, como proprietário de um pequeno negócio, é provável que você tenha mais sucesso vendendo produtos de um nicho específico para uma audiência segmentada.

Em outras palavras, um grande marketplace não é a plataforma ideal para alguém que quer se destacar como um vendedor ou empreendedor diferenciado.

Lembre-se de que você precisa se destacar entre a multidão. É difícil fazer isso quando existem centenas de concorrentes vendendo produtos similares ao seu na mesma plataforma.

Os custos envolvidos no processo são outra preocupação. Sejamos sinceros, a maioria das soluções de e-commerce mais populares são caras demais para iniciantes. Para entender melhor este universo, sugerimos que você confira este artigo sobre as 11 melhores plataformas de e-commerce para vender online. 

Shopify store builder

Seja qual for a plataforma que você escolher, procure optar uma que ofereça o seguinte:

  • Design voltado para dispositivos móveis
  • Recursos de SEO
  • Uma interface de usuário simples

Aliás, é absolutamente necessário que você tenha acesso aos recursos mencionados acima.

A maioria dos proprietários de lojas online preferem opções que não exijam experiência com programação para serem administradas.

O ideal é que você não precise perder muito tempo customizando a sua loja, fazendo o upload de novos produtos, criando um processo de checkout e adicionando métodos de pagamento a sua loja. Se este for o caso, é provável que você não tenha feito a melhor escolha.

Administrar uma loja online não precisa ser complicado. Lembre-se que a plataforma de e-commerce certa deve ajudar a sua empresa a crescer.

E isso nos leva ao próximo passo: criar uma loja online.

Registre um nome de domínio

O nome de domínio é a parte da URL que contém o nome da sua loja.

Não é nenhuma novidade que um bom nome seja importante no lançamento de um negócio online de sucesso. Afinal, ele pode ajudar a estabelecer a sua marca e inspirar a confiança dos consumidores.

E é por isso que você deve tratá-lo como se fosse uma placa pendurada na entrada de uma loja física.

Se você ainda não deu um nome ao seu negócio, aqui estão algumas dicas que podem ajudar:

1.  Escolha algo que não seja complicado

Na hora de escolher um nome para a sua marca, a psicologia pode ser bastante útil. 

Considere o quão fácil o seu nome de domínio será de digitar para os usuários. Pense duas vezes antes de usar qualquer tipo de pontuação ou combinação estranha de letras. A não ser que a sua marca seja WD-40.

Você precisa de um nome memorável. 

Ninguém gosta de ficar sentado olhando para a tela sem conseguir lembrar o nome do site que precisa acessar. Marcas com nomes difíceis de pronunciar e recordar são dificilmente lembradas.

2. Escolha a extensão certa

Parece desnecessário falar sobre isso, mas em 2023 o .com ainda é a opção mais popular entre todas as extensões.

Especialmente quando se fala em e-commerce. 

Isso também pode ser explicado pela psicologia humana: ao digitar uma URL as pessoas pensam subconscientemente no .com.

A escolha certa parece óbvia.

Mas o problema é o seguinte: o .com está em uso há mais de 30 anos e, por isso, há uma boa chance de que você não consiga o nome de domínio desejado com esta extensão. 

Mas não se preocupe! Se o nome de domínio escolhido não está disponível, mas você acredita que ele seja perfeito para o seu negócio, existem outras extensões que podem ser utilizadas:

  • .co – para empresas, comércios e comunidades;
  • .net – geralmente utilizada por sites especializados em tecnologia ou similares (embora outros tipos de negócio também a usem);
  • .info – geralmente para sites que oferecem informações;
  • .biz – uma alternativa ao .com para negócios, incluindo e-commerces;
  • .org – usado por organizações de caridade e sem fins lucrativos;
  • .me – você pode utilizar esta opção se estiver começando um blog pessoal para portfólios, currículo etc.

3. Registre o seu domínio

Existem vários recursos online onde você pode comprar o seu nome de domínio.

Um registrador de domínios, ou registrar, é uma ferramenta utilizada para o registro e gestão de nomes de domínio para websites ao redor do mundo.

Alguns registradores são mais caros que os outros, e alguns possuem menos recursos gratuitos, como proteção de privacidade.

Aqui está uma lista com os 5 registradores de domínios mais populares em 2023:

Crie uma loja Sellfy

E se eu dissesse que você pode começar a vender os seus produtos online sem ter um website próprio? Ou melhor ainda, que você pode vender online de forma totalmente descomplicada com a interface de usuário mais simples já criada?

O Sellfy foi desenvolvido especialmente para isso. Ele é basicamente uma solução de e-commerce tudo-em-um para criadores que odeiam complexidade, mas não dispensam bons resultados.

Construir e customizar uma loja online com o Sellfy é super fácil.

Você só precisa fazer o seguinte:

  1. Escolha um plano de assinatura (starter, business ou premium) para começar um teste grátis de 14 dias. Você só vai precisar de um endereço de e-mail válido. E o melhor de tudo? Você não precisa se preocupar com taxas e cobranças escondidas. Faça o upgrade do seu plano a qualquer momento para ter acesso a recursos adicionais.
  2. Escolha um dos temas pré-definidos do Sellfy ou crie o seu próprio design. O Sellfy oferece o máximo de controle possível sobre o design da sua loja, por isso, todos os nossos temas são 100% personalizáveis. Ou seja, você ainda poderá alterar o design da sua loja depois que o tema for aplicado ou criar um design completamente novo do zero.Sellfy store themes
  3. Adicione produtos a sua loja. Você pode fazer o upload de vários arquivos ao mesmo tempo e até mesmo fazer o streaming de vídeos.
  4. Faça o download do nosso aplicativo na App Store ou Google Play ter constante acesso a dados, análise e histórico de vendas. Você receberá relatórios úteis e notificações sobre sembre que novos pedidos forem realizados.
  5. E, o mais importante, tire proveito das ferramentas de marketing integradas do Sellfy.

Add-digital-product

Passo 4: Estabeleça o seu canal de vendas

Se você chegou até aqui — parabéns! Agora, podemos passar para a próxima etapa: promover o seu negócio se conectando com pessoas online. Esta parte do processo geralmente é moleza.

E, com a nossa ajuda, você vai tirar total proveito das ferramentas de marketing integradas do Sellfy.

Mas você deve estar se perguntando:

Como faço para conseguir meus primeiro clientes?

Obviamente, você já tem acesso as melhores ferramentas de marketing, mas onde encontrar pessoas para as quais vender o seu produto? Onde encontrar a sua audiência?

Expanda a sua base de consumidores

Como a maioria dos proprietários de negócios online, você vai precisar de uma forte presença nas redes sociais para expandir a sua base de consumidores fieis. 

É aqui que você deve considerar utilizar o poder do marketing boa a boca (ou marketing passa-a-palavra), começando pelo seu círculo de contatos (familiares, amigos, colegas de trabalho, etc.)

Considere o seguinte:

Você não precisa vender nada para essas pessoas (ainda). A ideia por trás do marketing boca a boca não é necessariamente ganhar dinheiro, mas sim divulgar o seu negócio e aumentar o reconhecimento da sua marca.

Aliás, ter o apoio de entes queridos é a primeira estratégia de marketing adotada pela maioria dos empreendedores. As pessoas costumam confiar mais na opinião de outros consumidores do que na palavra do vendedor.

Gere tráfego pelas redes sociais

A melhor forma de fortalecer a sua presença nas redes sociais com a ajuda do seu círculo de contatos, é se juntar ao Facebook e Instagram. Essas duas redes sociais são, sem dúvida alguma, as plataformas mais populares na internet e, portanto, excelentes soluções para o direcionamento de tráfego para lojas online.

Procurando por dicas práticas sobre como fortalecer a sua presença no Instagram? Confira o nosso artigo sobre as 23 melhores maneiras de aumentar engajamento no Instagram. Você também pode conferir a nossa lista com as melhores ferramentas de marketing disponíveis na plataforma.

linda skuja instagram-2

De acordo com o Statista, mais de 200 milhões de usuários do Instagram visitam pelo menos um perfil comercial todos os dias. 60% deles fazem isso para descobrir novos produtos e 90% seguem pelo menos uma conta empresarial.

Se você já tem um perfil no Instagram (siga este guia se ainda não tiver), considere transformá-lo em uma conta empresarial para ter acesso a recursos de negócios gratuitos:

  1. Acesse o seu perfil e toque nas três linhas horizontais no canto superior direito da tela.
  2. Em seguida, toque em “Configurações” e “Conta”.
  3. Toque em “Mudar para conta profissional” e depois em “Empresa”.
  4. Após confirmar as alterações, você poderá adicionar detalhes ao seu perfil, como informações de contato e categoria da empresa.
  5. Toque em “Concluir” para finalizar o processo.

Opcionalmente, você também pode escolher exibir ou ocultar as suas informações de contato e categoria de negócio:

  1. Toque em Editar perfil e role até a seção Apresentação de Perfil, sob Informações comerciais públicas
  2. Escolha entre exibir ou não as suas informações de contato e categoria de negócios.
  3. Toque em Concluir

wondermilkinstagram

Se você já possui uma página no Facebook associada ao se negócio, considere vinculá-la a sua conta empresarial no Instagram:

  1. Toque em Editar perfil.
  2. Toque em Página, sob Informações comerciais públicas.
  3. Selecione a página à qual você deseja conectar a sua conta (ou crie uma nova página, se ainda não possuir uma). Lembre-se de que apenas uma página pode ser conectada a sua conta empresarial.

Agora que você já configurou os seus perfis comerciais no Facebook e no Instagram, é hora de começar a gerar tráfego para o seu website a partir dessas plataformas.

Para saber mais sobre como vender no Instagram, confira o nosso guia.

Utilize anúncios pagos e direcionados

Em algum momento você vai perceber que incluir publicidade paga nas redes sociais no seu plano de negócios é muito necessário.

Isso por que o tráfego orgânico nem sempre garante vendas. No entanto, ele com certeza aumentará a sua audiência e base de consumidores em potencial.

Muitas vezes, o tráfego orgânico consiste em admiradores que passam horas navegando a sua loja ou perfis nas redes sociais sem comprar um único produto. Isso pode ser frustrante, é aí que você pode ter que utilizar publicidade paga para alcançar clientes realmente interessados em comprar o seu produto.

Pode parecer difícil, afinal de contas, você é que paga por isso. Mas não deixe que isso o impeça de pelo menos experimentar a publicidade paga.

A boa notícia é a seguinte:

Você pode controlar quanto quer gastar com cada anúncio. Além disso, essa é uma ótima forma de garantir que o seu produto alcance e seja visto pelo público-alvo.

Outro truque que você pode experimentar é impulsionar posts no Facebook para aumentar a visibilidade da sua página. Tire proveito desse recurso e crie uma publicação que direcione a audiência para a sua loja ou uma landing page de produto.

Marina de Giovanni, uma famosa influenciadora e guru de maquiagens, fez exatamente isso. Ela conquistou 20.000 assinantes no seu blog em menos de dois meses utilizando esta estratégia de marketing no Fvacebook.

Austin Newman's Facebook page

Além do Facebook, você também pode optar pela publicidade paga no Instagram, que também pode ser administrada dentro do Facebook Ad Manager. O Instagram permite que você defina um orçamento e calendário para a sua campanha, assim como o formato do anúncio. 

Apesar das suas similaridades em termos de publicidade, existem diferenças-chave entre estas duas plataformas que podem afetar a sua receita. Recomendamos que você leia este artigo da Sprout Social para descobrir qual opção se encaixa melhor com o seu negócio.

Passo 5: Promova os seus produtos

Além da publicidade paga, você pode otimizar as suas vendas com todo tipo de estratégia e recursos existentes. Isso vai ajudar você a melhorar a efetividade geral das suas vendas. Dados de análise são a chave para otimizar a sua receita e converter mais seguidores em clientes. Então sem mais delongas, vamos para a última parte desse guia.

Emita códigos de cupons e crie descontos

Quase ninguém consegue resistir a um bom desconto. 

É simplesmente “mais gostoso” comprar um produto que está em promoção ou para o qual você tem um cupom de desconto. Estudos apontam que quase 90% dos compradores online utilizam cupons.

Aqui estão algumas dicas sobre como utilizar cupons de desconto para impulsionar vendas.

1. Planeje e configure seus descontos

A ferramenta de descontos do Sellfy permite que você planeje ofertas antecipadamente! 

Isso significa que você pode definir uma data de início/término para cada promoção, evitando ter que se preocupar com ativar ou interrompê-las na data certa.

Mas lembre-se de uma coisa:

Se quiser ganhar dinheiro, você não pode se dar ao luxo de fazer ofertas aleatórias. Ao invés disso, tente adotar uma abordagem mais sistemática.

Por exemplo, não há necessidade de colocar 80% de desconto em todos os produtos só porque uma liquidação de fim de ano está chegando ou porque você precisa limpar o estoque antes de um novo lançamento. Com o Sellfy, você pode criar quantos descontos forem necessários (80%, 50% e 10%, por exemplo) e separar os produtos entre eles. Isso vai ajudar você a maximizar a sua receita.

Sellfy Discount & Coupon code feature

2. Configure um cronômetro de contagem regressiva

O cronometro de contagem regressiva vai exibir o prazo final de cada oferta, criando um senso de urgência em seus clientes.

Milhares de vendedores online utilizam esta técnica todos os dias, já que o tempo limitado influencia as pessoas a tomarem decisões repentinas. Alguns vendedores online aumentaram suas vendas em até 332% adotando essa estratégia.

3. Customize a sua loja para promoções

Dedicar uma área separada da sua loja para itens em promoção é sempre uma boa ideia. Dessa forma, você cria um espaço especial com um único propósito: mostrar as suas melhores ofertas. Isso também torna a venda em outros canais (redes sociais, newsletters, anúncios no Google, etc.) mais fácil, já que você pode direcionar as pessoas diretamente para a sua página de descontos.

Sellfy seller - The Natan
O criador Sellfy The Natan tem uma página separada para os seus descontos especiais.

Use e-mail marketing

Quando o assunto é marketing, o e-mail é 40 vezes mais eficiente do que o Facebook. Ele é uma ferramenta poderosa que permite que você notifique seus consumidores sobre novos produtos, ofertas, atualizações e muito mais. Ele também oferece um canal mais direto para a interação com consumidores e assinantes. Em outras palavras, o e-mail marketing é um canal de comunicação instantâneo que conecta você aos seus consumidores com grande eficiência.

Veja por que você deve considerar o e-mail marketing para otimizar suas vendas:

  • Anúncios por e-mail garantem a exposição dos seus novos produtos
  • E-mails personalizados mantêm as pessoas informadas sobre a sua marca, construindo fidelidade
  • Ajuda você a manter um relacionamento lucrativo com os clientes 
  • Atua como uma fonte de leads e maior engajamento

Com a ferramenta de e-mail marketing do Sellfy, você pode segmentar audiências específicas para informar sobre os seus produtos. O Sellfy também garante que a sua lista de contatos esteja em conformidade com o GDPR, evitando que você envie e-mails para cliente que não concordaram em recebê-los.

Você também pode escolher entre 4 templates de e-mail customizáveis:

  • Lançamento de produto (Product Launch) — deixe que seus clientes fiquem sabendo sempre que você publicar um novo produto.
  • Desconto (Product Discount) — avise seus fãs sobre novos descontos.
  • Atualização de produto (Product Update) — mantenha os consumidores atualizados sobre mudanças em produtos existentes.
  • Mensagem customizada (Custom Message) — Crie e-mails para todo tipo de situação.

Use ferramentas de analytics para analisar o desempenho da sua loja

Para entender melhor o desempenho do seu negócio, é importante que você utilize as seguintes ferramentas de analytics:

  • Instagram Insights
  • Google Analytics
  • Sellfy Analytics

Todas as três oferecem informações valiosas. O Instagram Insights, por exemplo, mostra quantas pessoas foram alcançadas pelos seus posts e quais deles são mais populares.

Para acessar o Sellfy Analytics, faça o login na sua conta e navegue para Overview > Analytics.

Nessa seção, você vai encontrar informações sobre os últimos 30 dias, como número de visitas no site, compras, conversões e receita geral.

O Sellfy’s Analytics oferece insights poderosos sobre como os clientes se comportam e interagem com o seu site. Ele também permite que você analise canais de tráfego, acompanhe vendas e produtos com melhor desempenho e descubra para quais regiões você mais vende.

Aqui estão algumas ideias que você pode experimentar para descobrir quais atividade podem realmente aumentar o envolvimento dos seus clientes:

  • Ofertas ou descontos para produtos/serviços específicos
  • Campanhas de e-mail marketing ou publicidade paga no Facebook
  • Compartilhamentos de links para a sua loja ou produtos nas redes sociais
  • Atualização das descrições dos seus produtos
  • Lançamento de novos produtos

Procure medir o seu desempenho durante ações de negócios específicas para descobrir quais delas estão aumentando a receita da sua loja.

Você também pode utilizar os seguintes recursos:

  • Facebook Live Chat para que os clientes possam falar diretamente com você.
  • Zapier para se conectar com mais de 1.000 aplicativos e simplificar o seu processo de vendas, marketing e gerenciamento de clientes.
  • Prévias interativas (YouTube, Vimeo, SoundCloud), etc.

Quanto ao Google Analytics, esta é uma ferramenta absolutamente necessária, pois revela de onde vem o seu tráfego e quais atividades de marketing estão gerando mais resultados. Não deixe de usar o Campaign URL Builder do Google para gerar links únicos para cada campanha.

Outra ótima ferramenta é o Sellfy’s Discount Manager.

Use estratégias de cross-selling e upselling

A sua probabilidade de vender para novos clientes geralmente fica entre 5 e 20%. O cross-selling e o upselling, por outro lado, funcionam em cerca de 60 e 70% das vezes. Mas o que isso realmente significa? 

O upselling é uma técnica que dá aos consumidores a chance de comprar um produto de maior qualidade do que o produto escolhido inicialmente. Já o cross-selling, também conhecido como venda cruzada, permite que você ofereça produtos complementares durante o processo de compra.

Esses métodos podem ser utilizados para aumentar o valor de cada pedido e maximizar a sua receita.

Agora, se você já tem uma loja com Sellfy, você pode usar o recurso de upselling integrado para configurar suas campanhas e muito mais:

O upselling pode ser uma técnica de vendas poderosa, mas apenas se você utilizá-lo da maneira certa. Aqui estão algumas das melhores práticas para testar na sua loja Sellfy:

  1. Faça o upselling de produtos que já vendem bem. Tente fazer o upselling de produtos que mostram um alto volume de vendas de forma consistente, ou produtos que estão em alta. Está uma forma simples e eficiente de aumentar o valor médio da transação e gerar mais receita.
  2. Ofereça MAIS de alguma coisa. Pesquisas apontam que as pessoas têm mais chances de comprar outro produto quando já decidiram compra algo. Tire vantagem disso!
  3. Crie ofertas “pague um, leve dois”. Está é uma ótima estratégia de marketing para o upselling do mesmo produto (ou com o mesmo valor) comprado pelo cliente.
  4. Ajude, não venda. Mostrar aos seus clientes que eles podem se beneficiar da compra de mais produtos é a chave para aumentar o valor de um pedido. Tente vender produtos relacionados ou recomendados que podem ser úteis para o cliente. 
  5. Faça o upselling de produtos mais caros. Você não precisa fazer o upselling de um produto com desconto. Existem situações em que você pode oferecer um produto mais caro junto a um produto mais barato. Essa tática pode ser útil quando você não quer descontar produtos que são mais caros de produzir.

Sellfy dashboard — upselling

Atraia novos clientes com brindes gratuitos

Todo mundo adora um brinde! Nossos cérebros sempre justificam uma compra automaticamente quando algo extra é oferecido gratuitamente.

Além disso, oferecer itens grátis é uma ótima maneira de impulsionar engajamento. Os clientes também são mais propensos a compartilhar sua experiência de compra quando recebem brindes e presentes.

O Sellfy permite que você emita brindes conforme necessário e os compartilhe como preferir:

  • Junte-os a outros produtos com o recurso de upselling
  • Compartilhe-os nas redes sociais para aumentar sua lista de e-mail
  • Distribua-os por meio de e-mails promocionais

Utilize uma estratégia de preço pague quanto quiser

Esse recurso permite que os consumidores decidam quanto estão dispostos a pagar pelo seu produto. Diversos vendedores já elogiaram o recurso PWYW (pay-what-you-want, ou pague-quanto-quiser em português) oferecido pelo Sellfy, pois além gerar mais vendas, ele ajuda a maximizar a confiança e lealdade dos clientes.

Aqui estão algumas das práticas mais recomendadas para a utilização do PWYW para aumentar o engajamento do público e maximizar sua receita:

  • Use-o para vender produtos digitais, pois geralmente a sua fabricação e entrega gera poucas (ou nenhuma) despesas.
  • Se você está planejando o lançamento de um novo produto, o modelo de preços PWYW pode atrair o interesse do seu público e servir como um empurrãozinho para que ele seja experimentado.
  • Doe uma parte de sua renda para uma instituição de caridade com a qual você se identifica, mas certifique-se de comunicar claramente a causa aos seus clientes. Estudos mostram que clientes estão dispostos a pagar preços mais altos para marcas ligadas a instituições de caridade.
  • Defina um preço mínimo ou sugerido. Os preços sugeridos tendem a ficar mais gravados na mente dos consumidores e podem até motivá-los a pagar mais.

Não se esqueça de que você pode facilmente aplicar preços PWYW a a maioria dos itens na sua loja Sellfy. Tudo o que você precisa fazer é selecionar a opção Pay what you want na página Edit product.

Pronto para começar a vender online?

Agora que já cobrimos todos os passos, é hora de começar a vender online! Esperamos que nosso artigo seja um guia essencial na sua jornada. Boa sorte!

Related topics

Dicas de e-commerce
Aleksey é especialista em marketing de conteúdo na Sellfy. Ele adora usar a linguagem e o poder das palavras para tornar fascinantes até os tópicos mais áridos do comércio eletrônico. Usando sua formação em estudos literários e paixão pelas últimas tendências, ele cria conteúdo bem pesquisado e estruturado para inspirar outras pessoas e ajudá-las a expandir seus negócios de comércio eletrônico.