7 maneiras reais de ganhar dinheiro como produtor musical em 2023

Por Aleksey Haritonenko ler
27 nov, 2023
7 maneiras reais de ganhar dinheiro como produtor musical em 2023

Se você é produtor musical e quer trabalhar com música em tempo integral, este artigo vai lhe ajudar a encontrar um jeito de ganhar dinheiro com o seu trabalho.

A seguir, listaremos as 7 melhores maneiras de ganhar dinheiro como produtor musical. Você vai encontrar as estratégias que melhor funcionam atualmente e que podem ser adotadas por praticamente qualquer produtor de sucesso.

Não deixe de ler tudo até o final para descobrir como viver de produção musical da melhor maneira possível.

Vamos começar!

7. Licencie a sua música

Ao licenciar a sua música você registra o seu trabalho e pode começar a ser pago sempre que ele for usado por terceiros. Ou seja, você ganha dinheiro sempre que a sua música toca no rádio ou é usada em um vídeo de YouTube, comercial ou programa de TV.

Existem várias maneiras de ganhar dinheiro licenciando a sua música. Aqui estão duas delas:

  1. Registre suas músicas junto a Performance Rights Organisation (PRO) de sua escolha, e em seguida torne-as disponíveis para o público.

Quando as suas músicas se tornam públicas, elas podem ser tocadas na rádio ou usadas como trilhas na TV, por exemplo. As PRO’s então rastreiam o seu trabalho, ajudando você a ser pago sempre que ele for utilizado. Basicamente, você protege a sua arte com direitos autorais e, em seguida, autoriza uma organização especializada a monitorar o seu uso, garantindo que você seja pago.

  1. Registre o seu trabalho em um marketplace ou biblioteca de música

Os marketplaces e bibliotecas de música são plataformas onde artistas, como profissionais de marketing, cineastas, artistas performáticos, etc., procuram por músicas para incluir em seu trabalho.

Quando a sua música é anunciada nessas plataformas, você passa a ganhar dinheiro sempre que alguém comprar a licença ou permissão para o seu uso.

Existem vários tipos de bibliotecas de música, que se diferenciam de acordo com gênero musical (pop, eletrônica, etc.) e/ou tipo de música (singles, comerciais, música de videogame, etc.) em que se especializam. Para economizar tempo, procure usar bibliotecas com um público interessado no tipo de música que você faz.

Algumas bibliotecas populares entre produtores musicais incluem:

  • Bandcamp
  • Splice
  • Songtradr
O produtor Harris Cole vende pacotes de áudio em sua loja Sellfy e no marketplace Splice.

Serviços como este também monitoram a utilização da sua música online, permitindo que você possa abrir processos por violação de direitos autorais sempre que o seu trabalho for utilizado por alguém não autorizado.

6. Faça shows ao vivo

Muitos produtores de música eletrônica e hip-hop ganham a maior parte do seu dinheiro fazendo shows ao vivo. Além de render dinheiro, este tipo de estratégia também permite que artistas interajam com os fãs, construam uma marca e criem buzz em torno do seu trabalho.

Então, se você é DJ e se a sua música costuma agradar o público, considere fazer apresentações ao vivo. Comece entrando em contato com bares e boates locais, e depois expanda o seu negócio para outras regiões.

No entanto, antes de fazer tudo isso, esteja pronto para suar a camisa. Construir uma boa reputação leva tempo e você pode acabar precisando fazer shows com um cachê mais baixo no começo.

Quando você começar a agendar mais shows, considere filmar as apresentações e disponibilizá-las no YouTube, Facebook, Instagram, etc. Esta é uma ótima forma de mostrar o seu trabalho e convencer as pessoas a assistir o seu próximo show ao vivo.

Donos de bares e produtores de eventos também podem exigir que você compartilhe apresentações anteriores. Isso os ajuda a entender como você se apresenta e interage com o público e, em seguida, a decidir se você é uma boa opção de entretenimento para o seu estabelecimento ou evento.

Exemplo de criador Sellfy: O produtor Mxxwll compartilha os vídeos de sus show em sua conta no Instagram.

5. Monetize o seu canal no YouTube

Dedicar tempo e esforço ao seu canal do YouTube vale muito a pena. É sério! Se você já possui um canal no YouTube e uma base de seguidores fiel e engajada, vai ser bem fácil começar a ganhar dinheiro com isso.

O primeiro passo é ativar os anúncios no seu canal. Depois, é só postar conteúdo novo regularmente.

Em 2018, anunciantes americanos gastaram mais de US $3,96 bilhões em anúncios no YouTube. O site de streaming de vídeos está rapidamente se tornando uma das plataformas de publicidade mais populares do mundo, juntamente com Facebook, Instagram e Google.

Como proprietário de um canal do YouTube com pelo menos 1.000 inscritos, você pode começar a ganhar parte do dinheiro gerado pelos anúncios publicados na plataforma. Ou seja, sempre que os seus seguidores assistirem os seus vídeos, você será recompensado com uma porcentagem do dinheiro gerado pelos anúncios exibidos antes ou durante eles. E sempre que os seus rendimentos ultrapassarem US $100, você poderá fazer a retirada do valor para a sua conta bancária.

Add links to YouTube video endscreen

Aliás, com esta calculadora de receita no YouTube, você pode conferir quando dinheiro você poderia estar ganhando com o seu canal.

A má notícia, no entanto, é que você precisa de aproximadamente um milhão de visualizações para ganhar entre $1000 e $2000 com conteúdo no YouTube. E para alcançar um milhão de visualizações você tem duas opções: torcer para que um único vídeo viralize ou publicar novos vídeos regularmente para impulsionar mais visualizações.

Utilize o Content ID do YouTube para rastrear a sua música.

O Content ID é um sistema de identificação digital que rastreia conteúdos protegidos por direitos autorais utilizados em vídeos que exibem anúncios. Quando o sistema encontra uma correspondência, ele notifica o autor, que pode então decidir entre monetizar o vídeo ou bloqueá-lo.

Se você decidir monetizar o vídeo que está utilizando a sua música, uma parte da receita gerada pelos anúncios exibidos nele será redirecionada para a sua conta. Dependendo de quem usar a sua música, você poderá faturar entre zero e milhares de dólares por mês.

A verdade é que, até agora, o YouTube já pagou mais de US $3 bilhões em receita gerada por anúncios aos criadores de conteúdo que utilizam a plataforma. Não perca todo este dinheiro. Considere registrar a sua música no YouTube.

Outras formas de monetizar o seu canal no YouTube

Existem muitas outras maneiras de ganhar dinheiro publicando conteúdo no YouTube. Algumas delas incluem:

  • Parcerias pagas
  • Patrocínios afiliados
  • Venda de produtos digitais (músicas, beats, etc.) pelo YouTube
  • E muito mais

4. Dê aulas de produção musical

Os produtos informacionais estão em alta e existem duas razões principais para isso:

  1. Há uma grande demanda no mercado
  2. Eles podem ser vendidos digitalmente

Além disso, os produtos informacionais estão entre os produtos mais fáceis de vender.

Você possui certas habilidades. Outras pessoas estão interessadas em aprendê-las. Preciso dizer mais?

E outra coisa:

Hoje, a educação é uma indústria trilionária que não para de crescer. Especialistas estimam que este mercado chegará a pelo menos US $10 trilhões até 2030, em grande parte graças ao e-learning.

Além disso, as pessoas estão empolgadas para aprender novas habilidades, principalmente aquelas relacionadas a interesses que não são ensinadas na escola. A produção musical é uma dessas habilidades. Então, se você já possui experiencia na área e sabe como navegar a indústria da música, por que não compartilhar seus conhecimentos com pessoas que estão começando suas carreiras?

Existem várias maneiras de ensinar produção musical. Faça seminários, organize reuniões, escreva e-books, crie cursos e tutoriais online… Venda o seu conhecimento em plataformas educacionais como Skillshare ou Udemy, ou diretamente na sua loja Sellfy, como Farai The Producer faz:

E aqui vai uma super dica:

Mesmo que a sua experiência e conhecimento sejam únicos, a concorrência é sempre acirrada. Por isso, considere demonstrar outras habilidades fora a produção musical que possam agregar valor aos seus cursos.

É bom em networking? Então ensine as pessoas como estabelecer contatos valiosos na indústria da música. Tem experiência com relações-públicas? Ensine produtores musicais a chamar a atenção da mídia. Possui outras habilidades? Descubra como elas podem ser relacionar a produção musical e crie o seu próprio nicho de mercado.

3. Ofereça seus serviços online

Outra forma de ganhar dinheiro como um produtor musical independente é vender serviços e habilidades como:

  • Mixagem
  • Masterização
  • Gravação
  • Edição
  • Composição
  • etc.

Há uma grande variedade de músicos, criadores de anúncios e outros artistas que precisam de ajuda com questões relacionadas a produção, pós-produção, gravação e edição de áudio. A questão é onde encontrar estas oportunidades de trabalho. Aqui estão algumas opções:

Um: Inscreva-se em um marketplace de serviços freelancer, como Fiverr, Upwork ou SoundBetter – um marketplace especificamente criado para engenheiros de mixagem e masterização, produtores e músicos.

Dois: Informe as pessoas de que você oferece estes serviços por meio das suas redes sociais. Avises seus amigos também. Nunca se sabe; eles podem conhecer alguém está procurando as suas habilidades. Nada (nada mesmo!) funciona melhor do que a recomendação de alguém conhecido.

Três: Adicione uma seção ao seu website que descreva os serviços que você oferece, juntamente com um formulário de contato que permita que as pessoas entre em contato com você mais facilmente.

Music lesson store example

Quanto mais serviços você oferecer, mais fácil será conseguir um trabalho. Isso por que as pessoas acham mais fácil contratar alguém que saiba fazer várias coisas do que trabalhar com várias pessoas diferentes especializadas em um único assunto (a não ser, é claro, que se trate de alguém mundialmente famoso e/ou que faça o seu trabalho melhor do que ninguém).

2. Venda merchandising

A RIAA (Associação Americana da Indústria de Gravação) informou que o mercado de merchandising musical valia US $3,8 bilhões em 2020. Para colocar isso em perspectiva, a receita de bilheteria para as 100 principais turnês no mesmo ano totalizou apenas US $1,2 bilhão mundialmente devido à pandemia da COVID-19.

A venda de merchandising pode ser uma ótima fonte de receita adicional para quem produz música. Comece vendendo camisetas, moletons, bonés, crachás e outros produtos para seus fãs.

Veja como vender merchandising online em três passos simples:

1º Passo: Desenvolva um conceito

Você provavelmente já conhece bem o seu público-alvo. Não tenha medo de perguntar aos seus fãs que tipo de produto eles gostariam de comprar.

Aqui está uma lista com os produtos de merchandising personalizados mais populares:

  1. Roupas (camisetas, moletons, bonés, leggings, meias)
  2. Acessórios (bolsas, adesivos, capas de celular)
  3. Artigos para casa e decoração (quadros, canecas)

É seguro dizer que camisetas e moletons nunca perderão demanda. De acordo com Statista, a categoria de compras online mais popular é a de roupas. 

Vele lembrar que, de todos os itens de vestimenta customizados, as camisetas e outras peças de roupa são algo que os fãs esperam encontrar na sua vitrine de produtos. Além disso, itens de vestimenta não apenas geram receita, mas também servem como verdadeiros outdoores ambulantes para a sua marca.

2º Passo: Crie o seu produto

Embora seja a parte mais divertida do processo, o design pode ser um ponto problemático. 

Felizmente, criamos um guia completo sobre como criar produtos que se destacam e vendem bem.

Aqui estão algumas ideias de design que você pode usar no seu merchandising:

  • Seu logotipo
  • Nome da sua marca
  • Seu slogan
  • Letras das suas músicas
  • Frases que os fãs reconhecem
  • Qualquer coisa que represente você como produtor musical
merch store
O DJ Carlo Atendido é um ótimo exemplo de como criar uma coleção de merchandising estilosa com apenas um logotipo.

E se vender camisetas estampadas com o seu logotipo parecer muito pouco, existem muitas outras maneiras de dar vida às suas ideias, quer você entenda de design ou não. 

Por exemplo, você pode criar artes únicas com ferramentas como Canva, Desygner e PIXLR, ou contratar um designer freelancer em plataformas como UpWork, Fiverr e 99designs.

3º Passo: Comece a vender os seus produtos de merchandising

Se você está procurando uma solução de comércio eletrônico completa e acessível, na qual possa criar e vender merchandising e outros produtos (digitais ou físicos), o Sellfy e a solução perfeita. Além disso, a plataforma oferece um serviço integrado de impressão sob demanda!

sellfy print on demand range-2

Com o serviço de impressão sob demanda do Sellfy, você não vai precisar se preocupar com manter um estoque, pedidos em grande quantidade e sobras não vendidas. Processos de produção, atendimento e envio totalmente automatizados fazem do Sellfy o melhor serviço para a criação e venda de merchandising.

1. Ganhe dinheiro vendendo beats online

“Vender beats online é provavelmente a maneira mais óbvia de ganhar dinheiro como produtor musical, pois este é o seu principal ativo”, diz o produtor Curtiss King.

E ele está certo. Os beats, loops, samples e outros formatos musicais são todos ótimos produtos para vender online. Você pode criá-los uma vez e vendê-los infinitamente.

“Hoje em dia produtores estão vendendo drumkits, assim como loops, efeitos sonoros e qualquer som que eles tenham criado e queiram compartilhar com o mundo. É uma oportunidade de ganhar dinheiro.” observa o produtor musical DECAP.

E segundo especialistas da indústria, isso dá dinheiro mesmo. Calcula-se que o mercado de venda de beats gere pelo menos US $30 milhões em receita todos os anos. Se você ainda não tinha certeza sobre quanto dinheiro poderia ganhar vendendo beats, aí está a resposta.

Então, como ganhar dinheiro vendendo beats?

1º Passo: Crie um beat e dê um preço a ele

O primeiro passo óbvio é ter beats para vender. É provável que você já tenha um HD cheio de beats e, se é este é o caso, você só precisa escolher as melhores peças.

Sellfy Tip
Você pode vender os seus beats separadamente ou agrupá-los em pacotes com outras peças, como samples, loops, drumkits, etc.

Depois de criar um produto para vender, dê um preço a ele. Geralmente, os preços variam de US $19 para mais, dependendo de fatores como qualidade, singularidade e marca pessoal do produtor. Faça uma pesquisa e descubra os preços cobrados por outros produtores que se encaixem na mesma categoria que você.

Sellfy store — Sell music
The Nathan é um grupo de produtores que vendem beats e outros produtos de áudio pelo Sellfy.

2º Passo: Configure a sua loja online

A forma mais fácil (e barata) de vender seu trabalho online é por meio de uma loja Sellfy. Milhares de produtores famosos utilizam a plataforma, pois além de ser simples de configurar e customizar, ela permite a incorporação de um carrinho de compras em qualquer website.

Existem alternativas, como os marketplaces de produção musical Beatstars e Airbit. No entanto, suas versões gratuitas podem exigir que você compartilhe o seu lucro (até 30%) ou limitar o número total de produtos que você pode anunciar. Além disso, as opções de marketing e branding pessoal são limitadas em ambas as plataformas, o que pode impactar significativamente a sua receita.

3º Passo: Anuncie seus produtos digitais

Com a sua loja pronta para funcionar, é hora de começar a promover o seu negócio para conseguir as primeiras vendas. Mas como fazer isso?

  • Compartilhe links e informações nas suas redes sociais
  • Compartilhe links e informações em fóruns de nicho e grupos no Reddit
  • Deixe comentários em posts relevantes no Instagram e outras redes sociais
  • Crie artigos de blog que mencionem a sua marca e loja
  • Entre em contato com a sua rede e informe as pessoas de que o seu trabalho está disponível para venda
  • Se você possui uma lista de e-mail, faça campanhas de e-mail marketing. Se não, comece a construir uma nova lista. O e-mail marketing é comprovadamente um dos canais de marketing mais eficientes
  • Invista em anúncios pagos

Agora é a sua vez

Esperamos que este artigo tenha ajudado você a aprender novas maneiras de ganhar dinheiro com o seu trabalho e a descobrir como viver de produção musical em tempo integral. E agora queremos ouvir de você:

Qual estratégia você vai experimentar primeiro?

Você já tem experiência com alguma das estratégias que discutimos hoje?

Ainda tem alguma dúvida?

Deixe o seu comentário abaixo! 🙂

Aleksey é especialista em marketing de conteúdo na Sellfy. Ele adora usar a linguagem e o poder das palavras para tornar fascinantes até os tópicos mais áridos do comércio eletrônico. Usando sua formação em estudos literários e paixão pelas últimas tendências, ele cria conteúdo bem pesquisado e estruturado para inspirar outras pessoas e ajudá-las a expandir seus negócios de comércio eletrônico.